Calendário para sacar o FGTS 2017

O calendário que a Caixa Econômica Federal estabeleceu para o saque das contas inativas relacionadas ao Fundo de Garantia por Tempo de Serviço (FGTS) seguirá pelo primeiro semestre de 2017. Apesar de o calendário ser primordial, há também documentos e também locais específicos onde se realizam esses saques.

 

Como esse calendário é preparado?

A maioria dos benefícios que a Caixa Econômica Federal paga fia-se pela data de aniversário e os cidadãos que vão receber os saldos das contas inativas também precisarão atentar para a data que se relaciona ao mês em que nasceram. Todo o calendário da Caixa é visualizado em http://www.caixa.gov.br/beneficios-trabalhador/fgts/contas-inativas/Paginas/default.aspx: os pagamentos desses inativos foram iniciados em 10 de março e todos os trabalhadores terão sido contemplados até 31 de julho. Aliás, mesmo os cidadãos que tinham de ter sacado nos primeiros meses terão o mês de julho para o saque.

Agências

A Caixa Econômica Federal preparou todo o sistema de suas agências, assim como os funcionários, para que esses pagamentos sejam descomplicados e para que eles conheçam o calendário. Sendo assim, os trabalhadores podem ir às agências para questionar sobre os saldos inativos e também para receber. Uma vantagem é que as agências permitem que os trabalhadores saquem qualquer limite. A agência também é usada quando o trabalhador quer a transferência.

 

Caixa eletrônico

O Caixa Econômica tem caixas eletrônicos que ficam em diversos estabelecimentos e mesmo as que são internas têm o limite de R$ 1.500,00. Qualquer saque de FGTS que use os caixas eletrônicos precisará de cartão do cidadão.

As agências lotéricas

Esses estabelecimentos também devem conhecer qual é o calendário da Caixa e isso é necessário para que eles não permitam que alguém realize o saque em um mês errado. Nas agências lotéricas, os cidadãos que têm FGTS inativo podem levar R$ 3.000,00.

 

E os outros bancos?

Os bancos para os quais a Caixa Econômica Federal manda os inativos do FGTS também sabem do calendário e é comum que eles também realizem algumas adaptações para as transferências.



Deixe uma resposta